May 11, 2017

Salvador Sobral ou chapada de luva branca?


Ontem pensei em escrever sobre tudo o que se anda a dizer sobre o Salvador Sobral, mas o meu sono e o meu cansaço não me deram tréguas. Hoje decidi mesmo escrever. Eu não faço parte do grupo de pessoas que criticou e que apontou o dedo, contrariamente aos que o fizeram e aos que ainda o fazem, eu sempre achei (desde a altura em que o Salvador participou nos ídolos) que a voz era bonita e que cantava bem. E a minha opinião não iria mudar, exceptuando se o ouvisse cantar mal. Coisa que até à data não aconteceu. Também não me prendo pela questão de neste momento o Salvador estar com problemas de saúde, muito menos pela forma como actua ou como se mexe nas suas atuações, que ao que parece é o que mais tem interessado aos portugueses. 

Lembro-me de antigamente depender muito da opinião dos outros. De pensar e repensar no que fulano ou sicrano pudessem ter dito ou pensado, e na altura ser diferente em alguns aspetos e de isso me fazer confusão. Condicionava-me. Agora acho que andamos todos a querer ser diferentes, mas a única coisa que conseguimos é andar em rebanho e sermos muito parecidos. O Salvador aparece diferente - independentemente da forma como vive ou pensa na sua vida - e o seu aspeto leva-o a dezenas ou centenas de criticas. Ser diferente não tem de ser mau e hoje em dia poucos o são, tenho a certeza. Para quem canta, não me surpreende nada que faça os gestos ditos estranhos que o Salvador faz. Até já ouvi dizer que ajudam a cantar. E olhem que eu até gosto de música. É só um dos pontos mais importantes e coisa sem a qual não sei passar. Por isso não entendo a razão que leva a que andemos aqui a apontar que A ou B age assim, e depois mudemos de opinião só porque se calhar afinal a "coisa" que andámos a criticar até é boa! 

Provavelmente o facto de ter passado à próxima fase foi só uma chapada de luva branca. Embora muitos continuem a não gostar de o ouvir. Mas quanto a esses eu aceito. Ao fim ao cabo não podemos gostar todos de ouvir o mesmo tipo de música ou de voz, não é? Agora andarmos aqui todos a criticarmo-nos uns aos outros por dá cá aquela palha não me parece lá muito bem. Ah, aquele é estranho a cantar. Ah, aquele agora isto. Ah, aquele agora aquilo. E vamos dizendo sobre tudo e todos o que queremos. Só porque alguém não vive estereotipado. Eu nunca gostei de estereótipos, provavelmente demorei foi a perceber sobre mim mesma que por vezes ser diferente não tem de ser mau. É isso mesmo, só diferente. 

2 comments

  1. Gostei imenso do post e acho que devia ser lido por muitas, muitas mais pessoas! A diferença é boa e o facto de o Salvador se ter destacado por ser tão diferente de todos os outros que cantaram na Eurovisão é algo que devia ser celebrado. Acredito, muito sinceramente, que é ele que nos vai levar mais longe!

    Um beijinho,
    Bia do Bookaholic.

    ReplyDelete
  2. Obrigado Beatriz! Fiquei muito feliz com o teu comentário, é sinal de que consegui passar a minha ideia!

    Beijinhos

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.