April 04, 2017

100 METROS // MOVIE


No passado fim-de-semana fui ao cinema ver o filme «100 Metros». Quando li do que se tratava fiquei automaticamente curiosa. Achei que seria um bom filme, daqueles que nos ensinam e acrescentam mais qualquer coisa. E a verdade é que acertei. Até porque se repararmos ele relata uma história real. Sabemos que o que está a ser contado aconteceu a alguém, e logo aí a proporção ganha novos contornos.

Para quem não leu nada sobre o filme, ou até mesmo viu o trailer, quero dizer-vos que é um filme de sentimentos. Tudo o que são sentimentos acabam por mexer no próprio filme e connosco. 100 Metros, não é nada mais, nada menos do que a história de um homem que por infortúnio da vida recebeu a notícia de que tinha esclerose múltipla. Dito isto, pouco mais precisarei de acrescentar, não é? Toda a batalha relatada no filme é muito sofrida por todos os que estão na sala de cinema, não duvido disso, de modo algum. Talvez faça falta passarem filmes destes, que nos mostram que a nossa vontade e força para lutar pode estar apenas na nossa capacidade de lutar por andarmos 100 metros. 

Nós raramente pensamos no amanhã, estamos sempre a correr de um lado para o outro, se for preciso não ligamos minimamente ao que por cá andamos a fazer. E quando nos dizem que amanhã o nosso corpo pode ter um surto e que pode acontecer qualquer coisa - ficar cego, parar de andar, morrer, entre tantos outros - se calhar aí paramos para pensar. Olhamos duas vezes, ganhamos vontade de olhar para as coisas de uma outra maneira. 

Eu confesso-vos que chorei em 70% do filme. Perceber que estas realidades acontecem, perceber que o que importa é lutar, seja esclerose múltipla ou outra enfermidade qualquer. Quase que nos custa na pele. Para além da grande lição de amor que nos oferece. É um filme que todos nós devemos ver. 

No comments:

Post a Comment