December 03, 2016

Sobre a queda do avião


Não existem grandes palavras que possam ser ditas. Até porque nunca serão ditas as palavras suficientes para (mais) uma desgraça que acontece. Quando isto aconteceu, devo ter sido das pessoas que menos soube e só descobri o caos instalado um dia depois, quando as informações já eram muitas, quando já se sabia quem tinha embarcado e quem não tinha embarcado, quem tinha recebido notícia de que iria ser pai, a felicidade instalada dentro daquele avião. Honestamente, incomoda-me. Este tipo de coisas revolta-me sempre. Acho que todos passamos a sentir uma incapacidade total, nenhum de nós poderia fazer nada para mudar as coisas, só uma pessoa poderia ter tentado fazer com que esta queda não tivesse acontecido. Só que a queda aconteceu. As vidas foram levadas. A dor instalada no coração de todos os familiares e amigos não desaparece assim. Mas talvez seja eu que levo este mundo demasiado a sério, que sofro com as dores alheias. Ou então tenho só um bom coração escondido num mau-feitio maior do que eu e custa-me saber que em 40 segundos foram perdidas tantas vidas. Se calhar custa-me perceber que em 40 segundos as pessoas que iam naquele voou se aperceberam que seria complicado sair com vida daquela situação. 

4 comments

  1. E custa ainda mais saber que poderá ter sido por uma irresponsabilidade, visto que a causa foi a faltar de combustível.

    ReplyDelete
  2. Num instante tudo muda :(

    Beijinho <3

    Lina Soares
    http://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ReplyDelete
  3. Daqui a uns tempos quando as noticias acalmarem a todos voltarem à azafama das suas vidas...isto ainda me estará a bater...penso, repenso e volto a pensar...como deve ter sido ? O que se sente? 40 segundos passa num estalar de dedos...demasiado tempo que chega para nos apercebermos do horror mas ao mesmo tempo tão pouco para assimilar tudo...
    penso e repenso nas familias...se fosse eu a irmã, a namorada ou a mãe...ou mesmo a amiga...como se supera isto? Nós estamos aqui na nossa vida, parece irreal , um filme...e tudo volta naturalmente ao normal. Para nós...não para eles, para eles nunca mais.
    E penso e repenso nestas coisas vezes sem conta e sei que não devia pensar tanto ...quando mais penso mais fico absorvida para essa realidade que não é minha, mas acaba por ser de todos ...afinal nunca sabemos quando um drama destes nos bate realmente à porta...:(
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ReplyDelete
  4. Custa-me assistir a estas tragédias, e custa-me ainda mais pensar nas pessoas inocentes que morreram, pessoas que ainda tinham uma vida pela frente, e muitas alegrias para viver.
    Sinto-me também revoltada, porque só uma pessoa , tal como dizes, poderia ter impedido a queda, e não o fez por irresponsabilidade e incompetência.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.