November 28, 2016

Amor ao acaso






Já não falava num dos filmes chamados filmes do meu fim-de-semana há algum tempo, mas cá estou eu! O de hoje é mais uma comédia romântica. Um filme que não é de ontem, mas que também não se pode dizer que seja velhote - Amor ao Acaso. 

O filme acaba por nos transmitir várias emoções diferentes. Passa por fases boas e más no casamento inicial da personagem principal e acaba por ultrapassar todas as relações que existem na história. A questão da idade, que ainda hoje é um tema que apesar de parecermos estar com uma aceitação melhor, nem sempre estamos e muitos de nós ainda torcemos o nariz. Ainda para mais no caso que relata o filme, o homem ser mais novo do que a mulher.
Por isso, acaba por mostrar que de facto isso não é um factor decisivo, mas que pode estragar a relação. Mais não seja, porque todas as pessoas à volta se tornam contra e acabam por criar dúvidas no próprio casal.Outro ponto que acho muito positivo é a maturidade que depositaram na personagem do namorado mais novo de Catherine Zeta-Jones. Apesar de ser jovem e não ter filhos, trata os filhos dela da melhor forma, sendo a ama dos mesmos, por coincidências que se desenvolvem no decorrer o filme. 

Acho que já dei bons argumentos para verem o filme, caso não o conhecem, não concordam?
Eu acho mesmo que sim! 

O argumento que falta é o trailer habitual. De resto, acreditem apenas que ainda se vão rir bastante no filme! 

No comments:

Post a Comment