May 19, 2016

Profissões existem muitas, mas eu gosto muito de...

...estar com os meus pequenos. Pois é, já não era sem tempo deixar algumas linhas sobre algo que me acompanha diariamente aos anos e que poucas foram as vezes que por aqui falei nisso. Talvez por opção própria, talvez porque não tenha calhado e ao contrário do que muitas pessoas provavelmente pensam, eu não passo os dias meus dias em frente a monitores, eu passo os meus dias perto dos mais pequenos (e mais ou menos pequenos) e não há nada que me dê mais prazer do que isso. 

Desde muito cedo sempre gostei de crianças e sempre me fui dando bem com elas. É muito fácil para mim olhar para um bebé e ele rir-se para mim no minuto a seguir. E sim, eu sei que acontece com várias pessoas, mas acreditem que nem sempre é assim tão simples. É preciso saber estar com eles e é preciso sobretudo gostar deles, porque eles notam e eles sabem quem tem carinho por eles. Até mesmo nos momentos de birra, nos momentos em que ficam literalmente de burro amarrado à espera que alguém pense que somos o demónio. Só que não somos. E eu apercebi-me disso com o passar dos anos. Já o faço há alguns anos e nem dei conta. Os anos foram passando e eu habituei-me a eles. Posso até chegar a casa de rastos, cansada e sem grande vontade de me mexer, mas no dia seguinte estou pronta para outra, porque é de facto ali que me sinto bem. 

Sempre fui muito dinâmica e sempre gostei de fazer um pouco de tudo. É raro dizer que não consigo fazê-lo. Dou sempre largas às coisas e tento chegar até lá, mesmo que custe mais um pouco. Nunca gostei de estar parada e por isso acuso-me sempre como mulher dos sete ofícios. E até posso tê-los, mas o principal será sempre este. É a tal profissão que nos permite receber umas lágrimas e umas dores de cabeça quando alguém se porta mal, quando alguém não estuda, sim é... mas também é aquela profissão que permite conhecer crianças que são um espectáculo, que se riem para vocês, que vêm a correr, que pedem a mão e o colo. Para os «menos crianças» são aqueles que dão beijinhos e abraços, que dizem que gostam de vocês quase todos os dias e se metem convosco. E apesar de saber que há sempre quem pense mal de nós (e é claro que essa fatia também me calha a mim), acredito piamente que para as crianças recorrerem a nós e reagirem assim connosco, é porque não somos assim tão maus quanto algum dia já fomos pintados. 

E pronto, isto foi só um desabafo de alguém que adora os pequenotes e convive com eles todos os dias. Agora mais um bocadinho. É o desabafo de alguém que sabe que não é fácil, mas que está sempre a aprender mais qualquer-coisinha-sobre-o-mundo-da-criançada. 


1 comment

  1. Quem dera a muitos encontrar a profissão perfeita, aquela que nos completa, como é o teu caso! Aproveita! :)

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.