March 11, 2016

Das coisas boas e das coisas más


Nem sempre as coisas correm da forma mais fácil e somos forçados a passar por coisas menos agradáveis. Umas palavras aqui, umas atitudes ali e outras aculá. Cá nos vamos aguentando não é? Dizem que tem de ser, porque afinal a vida não pára, nem tão pouco dá tréguas. A sorte maior é pudermos encontrar pessoas que fazem com que os nossos dias sejam melhores, ou que pelo menos uma parte do dia seja mais agradável. 

Graças a qualquer força divina, tenho essa sorte. Mesmo quando as coisas más fazem parte, porque fazem, é um facto. Não que aconteçam logo de seguida as coisas boas, mas elas acabam por surgir. Trabalhar com crianças às vezes tem dessas coisas. Uma brincadeira ou um beijinho ajudam sempre. As crianças são as melhores coisas que existem no mundo, só precisam de ser bem educadas e não se deixarem levar pelas desgraças que andam por este mundo fora. Trabalhar com bloggers também tem dessas coisas. Mesmo que não o tenha sempre, tenho-o na maior parte das vezes e sei que nem sempre tenho tempo para dizê-lo, mas às vezes apetece-me. Hoje apeteceu-me.

Isto não é um meio bonitinho e fácil. É um meio que muitas das vezes nos cabo da paciência e sobretudo porque acabamos por não contar tudo sobre nós, mas, ao estarmos expostas permitimos que possam falar de nós, saímos da bolha, estão a ver? A zona de conforto acaba-se quando saímos do anonimato, que foi o que eu fiz há uns poucos anos. Se fiz bem ou não, ainda não sei ao certo, mas sei que ao sair dessa bolha permiti que muitas de vocês me conheçam realmente, porque falaram comigo de forma privada, pois, pri-va-da, que é totalmente diferente de pensar apenas que sou assim ou assado só por escrever desta ou daquela forma ou de supostamente agir da forma a,b,c ou até mesmo d.

Como eu sempre disse, sim escrevo com frontalidade, não gosto de guardar as coisas para mim, mas isso não quer dizer que exponha a minha vida por estas bandas. Algumas coisas vá. Todas não pode ser. E não pode ser exactamente pelas coisas más. É certo que as boas são mais do que as más. Isso alegra-me e é por isso que cá estou e vou estando. Devo muitos «obrigados» e já li muitos «obrigados», assim como já li outras tantas coisas más. 


[toda esta palheta teve uma razão de ser. ontem estive à conversa com uma blogger e hoje, apeteceu-me. não, não sou doida varrida.]

5 comments

  1. Gostei muito do que escreveste :)
    Como tu própria disseste, as coisas boas são muito mais do que as más! Sem dúvida :)

    Beijinhos <3

    ReplyDelete
  2. Conheço o teu blog recentemente e estou admirada com a tua capacidade de produzir conteúdo!! Os meus parabéns, só por isso. Quanto ao post, não sei ao certo a que te referes, mas compreendo que este mundo virtual também tenha partes menos positivas. Faz o que te dá gosto, para ti mesma, essa é a maior recompensa!
    PS: Sim, as crianças têm a capacidade de mudar o nosso dia :)

    Beijinhos
    Luz e Poeira

    ReplyDelete
  3. Adorei,e continua sempre a ser o que és. Adoro te Beijokas
    ❤ Célia Santiago
    Diário Feminino
    FacebookInstagramYouTube

    ReplyDelete
  4. Adorei o que escreveste! E tenho que te dar razão em muita coisa! As coisas más, são as coisas más, passam.. bem ou mal, passam..
    Força!
    Beijinhos,
    http://sugarcandy.blogs.sapo.pt/

    ReplyDelete
  5. Olá Joana!
    Adoro o teu blog, a tua maneira de escrever!
    Continua com o teu excelente trabalho :)

    http://myboulevardblog.blogspot.pt/

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.