January 07, 2016

O dizer adeus às extrações

Hoje foi o último dia em que me retiraram qualquer dentinho que seja da minha boca. Pelo menos, é suposto a saga terminar por aqui. Por um lado sinto um enorme alivio, queria terminar com isto de uma vez e parecia que não via o fim chegar tão cedo. Chegou hoje. Mas se por um lado sinto um alivio, por outro sinto as dores do meu lado direito da cara a fazer-me sentir menos bem. Enfim, é aquela sensação de moinha, entendem? Parece que está ali algo sempre a bater ou a ser remexido. 



Na última extração que fiz fartei-me de dizer aos quatro ventos que estava bem, óptima até. Coisa rara dita por mim ao sair do consultório, mas a verdade é que senti-me mesmo bem. Não sei se por estar meio constipada, se por este tempo estar meio frio e chuvoso as dores surgem mais ou não, mas a mim, surgiram. Julgo eu que este dente do siso também era maior do que os outros ou pelo menos mais torto e por consequência está a fazer-me penar um pouco mais. Para além do siso, também tinha um dente de leite para remover. Sim, isso mesmo. Eu aos vinte e tais com um dente de leite. Não lembra a ninguém, eu sei, mas tinha-o cá, sim. Agora já não tenho, no lugar dele tenho um buraco (mais um... já não me bastava o "diastema da Madona"). Só que desta vez não chorei, nem pouco mais ou menos. Este dente não me fez qualquer mal ou trauma. Agora só me irrita ter ficado cá com o dito buraco, mas, se tudo correr como eu espero que corra, entenda-se que eu espero que corra BEM, sábado irei colocar o aparelho do maxilar inferior e a coisa disfarça ligeiramente. Sim...é sábado!!








Mas não posso terminar as extrações sem agradecer àqueles santos que têm uma paciência de Jó para comigo. Eu sei o quão refilona sou e os de cá de casa também, mas quem não está comigo diariamente não tem de todo essa noção. Se é para refilar, eu refilo. Se é para me queixar, eu queixo-me. E no dentista, queixo-me do que ainda nem está feito. Mas sinceramente, o facto de ser assim (meio refilona, meio tonta, meio parva... e por aí fora) acho que também permitiu ter facilidade em lidar com todos e todos em lidar comigo (apesar do meu rico feitio). Devo um agradecimento ao Dr. Pedro Mota por ter conseguido que eu perdesse o pavor de entrada numa cadeira de dentista e me conseguisse sacar 6 dentes. Sim, isso mesmo. Foram 6. Foram, já não estão cá para contar história. Um obrigado muito sincero, porque não foi fácil de convencer. 



Aproveito para relembrar que mantenho um protocolo ligado ao Instituto Médico e Dentário do Barreiro. Podem sempre contactar-me para dúvidas ou em caso de necessidade. Se não estiverem certas ou certos, se tiverem tanto medo quanto eu e foram da minha área de residência ou de perto, falem comigo. 

6 comments:

  1. Querida Joana, quanto ao dente leite não tenho qualquer noção! Mas relativamente ao dente do siso eu sei o que isso custa, eu já tirei um e doeu-me mesmo muito, tanto nos dias antes de tirar como depois de tirar, pois tinha ganhado uma infeção. Mas prontos, tudo passou e agora estou impecável. Boa sorte :)

    Beijinhos
    http://belezadocebeleza.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Este foi o meu último siso. Já tirei os 4. Por isso acredita que se tiraste um, eu estou mais do que calejada Marina... mas cá vou indo! Comprimido aqui, gel cicatrizante ali...e espero ficar melhor!

      Obrigado querida! Beijinhos

      Delete
  2. Eu sempre tive fobia de dentistas!! Tirar dentes, tratar dentes, o que fosse - saia de lá a meio sem nunca deixar que me fizessem nada!! Só há uns 2 aninhos é que consegui ultrapassar isso e agora estou quase quase a tirar o meu aparelho! Por acaso a extração dos dentes não me doeu, nem depois, mas ia desmaiando ahaha Mas ainda hoje não fico muito contente com as minhas visitas mensais! (mas vale tão a pena...)

    beijnho,

    Marlene,
    McTBeauty: http://mctbeauty.blogspot.pt

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu adoro as tuas fotografias sem medos de mostrar o aparelho e/ou o sorriso! Não sei como tinhas os dentes antes... mas acho que tens a atitude certa! Desde que te mudei o blog que acho isso... Para mim tirar os dentes ou ir lá só porque sim era um autêntico trauma. Até porque tenho um reflexo muito aprofundado no que toca ao "ter-uma-data-de-instrumentos-na-boca" e de manhã então, como hoje, custa-me horrores... mas é mesmo isso... " vale tão a pena ". Estou desejando de ver o sorriso final! Nem imaginas!

      Beijinhos

      Delete
    2. Finalmente chegou ao fim a saga :)...também sempre tive muito medo de ir ao dentista, mas agora já não tenho, vou sem qualquer receio :).
      Beijinhos.

      misscokette.blogspot.pt

      Delete
  3. 6 dentes é muito dente Joana! Foste muito corajosa :) As melhoras para a moínha!
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | INSTAGRAM |

    ReplyDelete