May 05, 2015

A promessa de uma vida | Movie

No domingo, o tempo esteve chuvoso e acabei por ir ao cinema com o meu homem ver um filme do Russell Crowe - "A promessa de uma vida". Quando me sentei na sala de cinema, só sabia que o nome do filme indicava ser um daqueles filmes que eu gosto particularmente. Nos últimos minutos antes do filme começar, lá tive direito a um breve breve breve resumo, que pelo menos me situou. 

O filme é de fazer chorar as pedras da calçada, mas é realmente bom. A sorte é que não era só eu com a lágrima a querer cair, a senhora ao meu lado também não se aguentou lá muito bem... 


Sinopse e trailer disponíveis abaixo


Este filme é uma aventura que decorre quatro anos após a devastadora batalha de Gallipoli, na Turquia, durante a Primeira Guerra Mundial. Por isso, como imaginam, vê-se muita desgraça, muitos destroços e muitos soldados mortos. Connor, o actor principal do filme vê a sua vida virada do avesso, pois a Guerra levou-lhe os seus três filhos. Não só para combater, pois acabaram por ficar desaparecidos. A sua mulher, nunca mais o perdoou e vive numa eterna ilusão de que os seus filhos não tinham partido, e que ainda estariam vivos. O que nos leva a achar que esta mulher já não permanecia nas suas perfeitas capacidades. E confirmamos isso quando esta mata, afogada num charco perto de sua casa. O marido, Connor, ao ver que ficou sozinho e perdido para sempre, decide viajar para Istambul para descobrir o destino dos seus filhos, mas não foi fácil conseguir chegar ao local onde tudo tinha acontecido, e convencer as pessoas de que ele não sairia dali sem saber o paradeiro dos seus filhos, queria saber onde ficariam enterrados para ser capaz de viver em paz e dar paz à sua mulher. Agarrando-se à esperança, e com a ajuda de um oficial turco, consegue descobrir que os seus filhos morreram juntos, ajudando-se uns aos outros. Mas, descobre também que um deles poderá estar vivo e decide procurá-lo. Contra tudo e contra todos, Connor consegue encontrá-lo e trazê-lo consigo para casa. 

No decorrer da história, ainda estabelece uma relação com uma turca, dona do hotel onde fica hospedado e acabam por formar uma nova família, juntamente com o filho pequeno da turca, que também havia perdido o seu marido. 


Se ainda não viram, eu aconselho. Mas levem lenços! Eu levei amendoins... 

No comments:

Post a Comment