April 06, 2015

Reportagem sobre ser-se blogger | Sobre notícias #13


Apesar desta reportagem já ter dado na televisão há alguns dias e de muitas das bloggers terem dado a sua opinião, também eu irei fazê-lo agora mesmo. Esperei mais uns dias porque na realidade a reportagem em questão suscitou muitas opiniões e sobretudo muita revolta. Por isso, e porque mais uma vez as minhas palavras poderão não ser as melhores ou as que estão à espera, pensei, pensei e voltei a pensar se abordaria ou não este assunto. Mas parece-me cá a mim que será agora...

Sinceramente, não acredito que fosse preciso tanta confusão, apenas porque nós não iremos conseguir alterar nada do que foi dito, mesmo que tivéssemos a razão do nosso lado. Também eu sou uma pequena blogger como tantas outras. E digo pequena desta forma porque de pequenas não temos nada, simplesmente não conseguimos competir com figuras públicas que obviamente terão 10 vezes mais publicidade e marcas interessadas. Posso ter grandes ambições e trabalhar para que um dia o meu cantinho seja mais do que hoje é, mas sei perfeitamente que pelo menos até à data ele é o meu pequeno cantinho (e vosso também).

Certamente já teria conseguido levar este menino mais longe se a minha cara não estivesse somente por detrás de um teclado e de um ecrã. Mas não posso ficar chateada com isso, ou melhor, eu posso ficar, só que ninguém sabe para o que vai quando nasce. E muitos nascemos com o rabiosque mais virado para a lua do que outros. Uns têm de trabalhar o triplo para conseguir atingir as metas a que se propõem, outros levam dias, alguns anos, enfim... Não há nada a fazer quanto a isso. Se pudéssemos escolher, todos escolheríamos o melhor! O sucesso, o alcançar de grandes ambições, o reconhecimento mais público (fosse de que forma fosse), porque existem blogs sobre tudo e sobre nada. Uns queriam ter sucesso na área da moda, outros nas decorações, outros na música, e por aí fora. Entendem o que quero dizer até aqui? Eu sei que é frustrante ver que poderia bastar ter a sorte como amiga e que era meio caminho andado. 

Sim, é verdade que não concordei com algumas das coisas que por lá apresentaram, porque infelizmente sei que grande parte das pessoas que deseja ter um blog e alimentá-lo não tem muitos meios para o fazer e que ao verem que algumas figuras públicas, sejam elas quem forem, porque na verdade isso não interessa, conseguem movimentar-se num abrir e piscar de olhos pode magoar e fazer com que pensamentos menos bons surjam.


Provavelmente vão barafustar, vão levar as mãos à cabeça e dizer para si próprias:" Porra, mas eu esforço-me tanto e não consigo metade!". Foi sorte em alguma altura da vida deles... Poderia ter recaído sobre qualquer outra pessoa. E nesse aspecto, eu diria que não era necessário existir revolta por parte de nenhuma de nós, porque também nós certamente iríamos gostar de ter ou de um dia pelo menos uma marca (mesmo que pequena) se interessasse por nós e quisesse interagir connosco. Iríamos sentir que o nosso trabalho era reconhecido, não é? Poderíamos ponderar bem, mas seria uma boa notícia certamente. E digo isto sem qualquer problema, não vale a pena ser hipócrita. E temos sempre os dois lados da moeda, porque existem bloggers que realmente se esforçam e que são criativas, apesar de ainda não terem conseguido o reconhecimento que tanto desejam, porém, existem outras tantas que acham que sim e que na verdade não acrescentam nada de novo, ou seja, há 10 anos atrás provavelmente era mais fácil ser blogger porque éramos menos e qualquer novidade faziam buuuum, agora somos muitas e se não tivermos o factor D (de diferente), seremos apenas mais um número.

E peguei agora por esta palavra "diferente" porque muitas bloggers fincaram pé contra o blog Frederica. Eu confesso que ainda nem o tinha aberto. Não sou fã da autora, nunca fui, mas isso é uma escolha minha. Pelo que entendi tem toda uma equipa a trabalhar para e com ela, e digo isto desta forma porque, entendo a frustração de estarmos aqui diariamente a perder as nossas horas a digitar (como eu estou a fazer agora), enquanto existem pessoas com mais sorte lá está, e que conseguem ter algum apoio. É certo que nem todos os blogs mais conhecidos funcionam assim, mas parece-me que o Frederica prendeu-se por uma forma menos usual de trabalhar em Portugal, e não vou criticar ninguém por isso. Até porque pelo pouco que li, também são pagos ordenados, por isso não está totalmente mal. Poderia ter mais mérito se fosse a própria Vanessa a gestora? Podia. Claro que podia, mas ela não escondeu que não era apenas mérito dela. E volto a dizer, eu nem sou fã! E não, também não me pagam para não estar revoltada.

Para mim, pior do que ter uma equipa por trás a trabalhar e a acompanhar tudo lado a lado, é sem dúvida ALGUNS gabarem-se ou dizerem que poderiam isto ou aquilo só porque "sim". Não sei se é verdade ou não, mas o importante é que não fica bem a ninguém. E foi aí que a reportagem fez com que existisse este bum. Enfim, nada a acrescentar sobre esta parte...

Quanto a mim, prefiro preocupar-me em manter o empenho que até hoje faz parte de mim e a dar-vos tudo aquilo que até hoje dei e sei dar - muitas palavras, muitas fotografias, muito amor e dedicação sobretudo. Ser blogger não é pêra doce, e eu cada vez mais tenho entendido isso. Infelizmente nem tudo são rosas, mas pelo meio vamos descobrindo coisas boas e é para isso que temos de trabalhar.

Eu não nasci com a sorte do meu lado, mas faço por tê-la aos poucos e poucos. Entendo a frustração e entendo que possa não ter caído muito bem, mas são diferentes formas de gerir um blog e alguns contam com mais sorte e menos trabalhos, outros com sorte e trabalho qb e outros apenas com trabalho.

Esta situação não se vê só nos blogs, vê-se em diversas áreas da vida, é assim mesmo, a vida não anda de mãos dadas com a justiça todos os dias. Às vezes zangam-se.

Resumidamente, nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Nem tudo foi bem dito, mas, também não foi uma calamidade. 

10 comments

  1. Concordo com o que escreveste. Já passaram alguns dias e ainda continua esta luta dos bloggers ditos pequenos contra o que foi dito na reportagem. Eu sou uma das que não gostou de ouvir aquilo. A parte da Vanessa Martins. Mas penso que a revolta maior está a acontecer por ela também ter dito que nenhum blogue nacional lhe tinha interessado na altura. Não gostou de nenhum então baseou-se nos blogues internacionais. E por isso agora a onda que anda aí para apoiar os blogues e bloggers nacionais. E ainda para mais agora uma resposta má por parte de outro interveniente na reportagem, Claudio Ramos, que foi bastante infeliz. No seu blogue e na página de FB. Que só vi hoje e não estava à espera de ler aquelas palavras. Enfim, está aqui uma mistura quase explosiva!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Vanda. É isso mesmo, podem ter pecado pelas palavras ou pelos termos usados...mas a verdade é que todas nós gostávamos de ter um pouquinho da sorte! Provavelmente ambos os lados não estiveram 100% correctos!

      A tua opinião foi importante! Achava que era a única com isto na cabeça!

      Delete
  2. ola joana, ainda ha muito que mexer nas feridas, entre bloggers anonimos para que possamos ficar mais unidos e a blogosfera fique mais respiravel, acredita... o mundo de pseudo celebridades, sejam estas atrizes ou comunicadores , que tiveram uma ascendencia a nivel popular, que ninguem sabe muito bem explicar porque, não é algo que me incomode, o que é lamentável é a forma como o senhor se referiu á blogosfera, mas, diz mais dele proprio que de nós. beijinho graaande

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado pelo teu comentário Marta! Eu vi o que me deixaste por lá...e em parte fizeste-me rir! Eu qualquer dia solto mesmo a tampa...por natureza sou assim, mas tento sempre controlar-me porque já sei que vem meio mundo abaixo!

      Os bloggers tem de se juntar para crescer, tens mesmo razão... há sempre quem nasça com sorte ou vá por meios que nós nunca sabemos e chegue lá simplesmente. Alguns por meios "menos correctos" e outros porque também trabalham. Há de tudo... o problema foi mesmo o que disseste... a forma ou as palavras usadas deram cabo do que poderia ter sido "normal" pelo menos. E foram as expressões usadas que deixaram esta confusão geral...

      Beijinhos querida!

      Delete
  3. Olá Joana!
    Devo dizer que, adorei o que escreveste. Aliás, adoro sempre! És impecável. E desta vez cantaste com palavras suaves e, algo carinhosas, aquilo que deveria ser pronunciado sobre o assunto. Não é um assunto inócuo, mas também não é tudo.
    Não sou blogger e fiquei indignada, mas realmente, não nos podemos abater por uns terem o rabo virado pra Lua :)
    Sempre que leio um post teu, inspiro-me. Inspiro-me a dar continuidade a um gosto muito antigo, o de ter um blogue.
    Parabéns!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá querida!
      Acho que a palavra que mais me apetece dizer-te é obrigado. Obrigado do fundo do coração. O dia de hoje foi cinzento, choveu muito e eu odeio dias destes, deixam-me triste mesmo...e estas palavras agora reconfortaram-me, acreditas? Quando há dias menos bons, coisas destas, dão sempre um aconchego!

      Acho que todos acabaram por pecar pelas palavras que usaram, tanto os bloggers pequenos como os bloggers mais vistos e/ou reconhecidos (não todos, atenção) e infelizmente não reinou a boa educação de nenhum dos lados e aí ninguém fica com a razão.

      Inspira-te sempre e sê sempre bem vinda ao meu cantinho! :) Beijinhos

      Delete
  4. Olá Joana!
    Não tinha conhecimento desta polémica reportagem. Já sou uma "minuscula blogger" à alguns anos e já tive vários blogs, sem nunca ter alcançado o tal sucesso. Deixei a blogosfera por um tempo mas foi sempre uma área que me fascinou. Por isso agora estou de volta, e fico bastante triste com as palavras que li por parte de Cláudio Ramos. O assunto começa a incomodar quando a arrogância e a má educação vêm ao barulho.

    Todos tem o seu lugar, e como disseste nem todos tem a mesma sorte.
    Gostei muito da tua opinião, e de conhecer o teu blog. Proporcionaste-me uma visão mais clara sobre este assunto que pouco sabia. Muito Obrigada!

    Beijinhos*
    Mariana Pereira
    http://mixordialiteraria.blogspot.pt

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Mariana!

      Eu confesso que não esperava tanta confusão depois de ter visto a dita reportagem. Achei que era só mais uma reportagem, como dão tantas outras e nada disto acontece.

      Tal como referes o erro terá sido apenas e só nas palavras bruscas, mas apesar disso ter estado errado, a verdade é que pelo menos esse post de reação por parte da pessoa que mencionaste, foi posterior a estas bombas que sucederam. De qualquer forma, ambos os lados tiveram "menos bem", mas é assim mesmo o dia a dia... isto não é rosas apenas!

      Não desistas de ter um blog Mariana, se realmente gostas. Isso tenho a certeza de que não o deves fazer!

      Obrigado pela tua opinião e visita! Vou seguir o teu blog! Passa por cá mais vezes! Beijinhos e um óptimo dia!

      Delete
  5. Já sou frequentadora aqui do teu espaço. Obrigada por ajudares a divulgar.

    Beijinhos

    socorrovoumorarsozinha.blogspot.pt

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.