April 21, 2015

Agora é preciso espremer? | Sobre notícias #16

 

Tudo o que são assuntos polémicos e ridículos já sabem que podem contar com umas quantas palavras da minha parte. Por isso, aqui estou eu pronta para lançar bombas. 

Não sou mãe, não estou em vias de ser por agora, mas, como qualquer outra mulher acho que esta situação é completamente inconcebível. Desde quando é necessário que uma mãe prove que está a amamentar? Eu nunca ouvi dizer tal coisa e já ando por esta terra faz algum tempo... Serão capazes de me explicar como é que chega a um ponto destes? A uma atitude tão baixa e tão suja? 

Creio para mim que todas as mulheres que foram sujeitas a tal suplicio sentir-se-ão muito sujas, descompostas ou até mesmo violadas. É algo que não se faz, é contra natura. Dar de mamar é dar de mamar. Há por aí muitas mulheres que precisam de recorrer ao uso da bomba, e aí são espremidas. Acham que gostam? Não, não gostam. Normalmente até é algo doloroso, em alguns casos ou na maioria dos mesmos. E é algo que fazem na privacidade, quanto mais se tiverem de estar perante alguém que de familiar nada tem e ser forçadas comprovar que estão a amamentar... É de loucos. 

A lei obriga a que as mulheres que amamentam entreguem todos os meses, depois de as crianças completarem um ano, uma declaração médica a dar conta da necessidade de amamentação. Até aos 12 meses, as mulheres têm direito a duas horas por dia para amamentar ou para fazer a aleitação (colocar o leite materno em biberão).  - retirado de um jornal.

A lei vem aí, mas...então se é para entregar uma declaração, ninguém tem o direito de forçar ninguém a espremer os seis à frente de quem quer que seja, ou isso está na lei e eu não sei? Por acaso, era só o que faltava...

Estamos a caminhar para um mundo cada vez mais pequeno de cérebro, estamos a passos largos de chegar a situações que nunca antes se viram. Eu não sei qual é a ideia, mas sei que a mim ninguém me obrigava a tal coisa. E eu até posso aceitar que existam pessoas que enganem e usem essas horas para quaisquer outras coisas, mas haverão certamente outras formas de controlo. Já é chato ter de se ir entregar um papel mensal, mas.. agora é preciso espremer? 


É a privacidade das pessoas que está em jogo. É a privacidade das mães que está em causa. 

Não forcem ninguém a nada. Usem a cérebro para criar uma medida mais fidedigna e que acabe com quem possa corromper. Assim já ninguém pagará por culpa de outro alguém. 


11 comments

  1. Este é daqueles assuntos que nos faz pensar, que no faz chegar ao extremo da questão!
    Também sou mulher e não sou mãe, nem lá perto...mas tenho uma sobrinha de 8 meses que ainda mama, graças à minha cunhada que o pode fazer, pois existem muitas mulheres que não podem dar isso aos filhos, algo tão intimo entre mãe e filho, algo tão saudável para o bebe.
    Agora, devido à algumas mulheres se terem aproveitado deste "horário da mama" , outras sofrem desta estupidez, que parece retirada de um país do terceiro mundo.

    Enfim...temos que mudar, alguma coisa tem que mudar...prevejo coisas piores que isto :/

    » http://xibbycc.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. É totalmente ridículo que isto aconteça no nosso país... é altura de acordar para a vida!

      Delete
  2. Sinceramente, até me dá a volta à barriga esta situação... É nojento, não sei que é que esta gente tem na cabeça para achar esta ideia algo normal e concebível :/

    xoxo, Ana ♥
    The Insomniac Owl Blog

    ReplyDelete
    Replies
    1. Acredita, jamais me obrigariam a tal coisa... sentir-me da forma que li em algumas notícias que algumas mulheres se sentiram, não era para mim!

      Delete
  3. Não conhecia o teu blog, mas passei a conhecer com a mudança que fizeste ao blog da Ana.
    Comecei a seguir-te e tenho a dizer que gosto imenso do teu trabalho. =)

    http://danielasilvayellowworld.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oh Daniela, que amor!
      Obrigado por teres vindo visitar o meu espaço! Espero que gostes e que vás acompanhando aos pouco tudo o que por aí se vai fazendo!

      Está a decorrer um passatempo, participa também! Beijinhos e irei seguir o teu! :)

      Delete
  4. Uma das perguntas que o meu ex patrao me fez na entrevista era se eu estava a pensar em ter filhos... Uma pessoa leva com cada uma, ainda por cima apanhada desprevenida... esse tambem era deste genero de patroes... triste realidade :(

    ReplyDelete
  5. Ah por causa do trabalho adiei a maternidade e agora aos 38 anos estou a sofrer as consequencias dessa escolha imposta... :(

    ReplyDelete
    Replies
    1. que mau Matilde, imagino como te sentes hoje...

      Delete
  6. Um mãe tem 12 meses por direito de amamentação, e se entrega declaração não faz sentido esta estupidez. É isso, e perguntarem se uma mulher pensa em ter filhos nos próximos tempos, sei de casos que tiveram de assinar o contrato de trabalho, onde uma das clausulas tinha algo como "Não tenciono ter filhos no periodo de X anos" e pronto, em bom português é isto que temos.
    Felizmente tenho a sorte de estar numa empresa, que motiva à união e familia, mas sei que deve ser das poucas assim.

    Boa critica Joana!

    Kiss,
    Andreia C
    http://nerdychillout.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  7. Já tinha visto esta notícia. O nosso mundo é tão ridículo! -.-
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | YOUTUBE CHANNEL |

    ReplyDelete

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.