March 16, 2015

A minha história de amor #15

Não têm de existir dias diferentes ou especiais para escrevermos para e sobre quem amamos e quem nos faz bem. E hoje é um desses dias. Um dia que não é especial porque alguém o disse ou lhe apeteceu, hoje é apenas mais um dia, que chega perfeitamente para dizer o quanto queremos alguém. O quanto te quero do meu lado, durante muito e muito tempo. Todo o tempo. A vida inteira. E outras tantas lamechices. Hoje apeteceu-me simplesmente. Como tu me apeteces. Apeteces-me sempre. E fazes-me sempre falta, senão não me apetecias. É como se tivesse sempre sede de ti. É sinal que me fazes feliz, depois dos amuos, depois das zangas, depois disso tudo, apanhamos os estragos e juntamos tudo. E no fim sorrimos. E hoje foi uma tarde dessas, em que as brincadeiras e os sorrisos foram nossos. Por isso é que me apeteces. Por isso é que te amo. Por isso é que não precisam de existir dias especiais, precisamos é de existir nós para torná-los especiais. 

Obrigado por o seres sempre. Amo-te! 

5 comments:

  1. O amor acontece todos os dias, não apenas nos dias X ou Y. Não tenho um dia para amar-te, pois amo-te todos os dias e de um amor intenso, um amor que me faz querer-te mais a cada dia, um amor que supera amuos, zangas, ideias diferentes, um amor que passa por cima dos nossos maus feitios...esse amor, é o amor que sinto por ti e que será eterno.
    E sim, hoje foi uma tarde de momentos de parvoíce, de momentos de miminhos e assim somos nós, assim é o nosso amor...e é tão bom ter tardes destas.

    AMO-TE MUITO!!! <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Melhor do planeta e arredores. E é meu.... tão bom! :)
      Por mais tardes boas, por mais amor, sempre mais... AMO-TE

      Delete