February 04, 2015

Saudades de ganhar tempo a ler

Sempre fui amiga de ler livros. Ao fim ao cabo todos os livros nos contam histórias diferentes e eu sou uma eterna amante de histórias. Histórias cheias de palavras que me enchem a cabeça. As palavras e as histórias, essas, que são capazes de tudo. A nossa mente anda lá perto, ou deverei dizer a nossa imaginação? Não importa...

E estava eu a falar sobre a minha paixão pelos livros e pelas letras... Começo logo a divagar...

Os livros fazem-nos companhia, ensinam-nos.

- Quem me dera ter tempo para escrever um.

Era bom não era? Talvez um dia, quem sabe. Até lá vou devorar todos os livros que consiga. Digo que tenho saudades de ganhar tempo a ler - quando a verdadeira frase que se usa é perder tempo - mas não se perde tempo a ler livros, nem se perde a vontade de ler com vontade. Eu ganho tempo quando leio. Ganho tempo e ganho palavras - as palavras - todas elas juntas a arrumarem-se para um lado e para o outro.

Tudo isto para dizer que estou a ler um livro novo desde ontem e já estou presa, amarrada por completo e já devorei mais de 50 páginas. É assim que gosto de ler e é isto que me faz sentir saudades de ler, de ganhar tempo a ler. Livros destes. Livros bons. Livros capazes me encher os olhos e a cabeça. Livros que me fazem desejar ter a capacidade de um dia querer encher mais de 200 páginas e ter um livro meu. Serei eu capaz? Será a literatura minha amiga um dia destes? Quem me dera. Quem me dera.

No comments:

Post a Comment