February 14, 2015

As 50 sombras de grey, depois de ver o filme...

Finalmente posso dar minha opinião sobre o filme mais falado e esperado dos últimos tempos - as cinquenta sombras de Grey - mas não pensem que a minha opinião mudou muito desde o último post que escrevi sobre o livro e o filme.

O filme surpreendeu-me pela positiva, exceptuando o minuto final, em que pensava que o filme iria mostrar mais um pouco da história. Sei perfeitamente que são três livros, é uma trilogia, e também já foi anunciado que iriam sair mais dois filmes alusivos ao livro, mas a verdade é que na minha opinião o filme poderia ter acabado noutro minuto de impacto, e digo isto provavelmente porque li os livros, quem foi ver o filme sem ler sentiu que foi num bom momento de impacto (e nesse caso têm razão). E esta é a minha opinião menos boa sobre as sombras de Grey.

A surpresa positiva que senti foi por apesar de ir com uma ideia pré-definida, ia também de mente aberta. Não me senti de todo defraudada no que toca à história de amor entre duas pessoas que são totalmente diferentes uma da outra. A história de amor está lá em todo o filme, e é isso mesmo que as cinquenta sombras de Grey representam, uma história de amor, que é diferente sim, estranha, mas continua a ser uma história de amor. Por isso, não me desiludi. quanto a isso. A relação entre Ana e Cristian está bem feita, a representação feita através do que está no livro foi bem conseguida. O actor desempenhou e transmitiu bem o papel, e todos sabiam que ia ser difícil, eram muitas mulheres a ler o mesmo livro e a imaginar como seria Mr. Grey, e na minha opinião, que até tinha como ideia de que deveria ser um actor mais robusto, que demonstrasse mais poder pela sua imagem, enganei-me, e afinal o olhar intenso durante todo o filme capta tudo isso e transmite todo o poder que Cristian detinha. Durante todo o livro Cristian é frio e forte, ao mesmo tempo que luta contra qualquer tipo de sentimento que tivesse de demonstrar carinho, quando na realidade é disso mesmo que ele precisava. Algo que nunca teve, algo que para ele é estranho e que faz sentir nojo. Jamie Dorman, o actor, conseguiu representar com o olhar forte tudo isso. E eu dizia que não, mas convenceu-me. A personagem será sempre um misto de frieza com paixão, de controlo desmedido pelo corpo do outro e ao mesmo tempo uma necessidade de amor imenso. A relutância torna-se perturbadora, mas ao mesmo tempo é o que nos prenda ao livro e a alguns ao ecrã. Ele é capaz de prender muitas mulheres pelo simples facto de ser confiante perante todos e ao mesmo tempo, quando está sozinho, torna-se num homem vulnerável, que precisa de sentir puder, precisa de se impor dentro do red room. E as mulheres gostaram de ver essa fragilidade e ao mesmo tempo o poder que ele tem. Muitas mulheres gostariam de apanhar um homem assim. Forte e que ao mesmo tempo precisasse delas.

A pureza e ingenuidade de Anastasia Steele, na minha opinião ficou plenamente bem representada pela Dakota johnson. A própria postura durante todo o filme demonstra o que o livro relatava e ao mesmo tempo torna-se numa mulher forte capaz de viver tudo o que se passa no filme e o que ficou por mostrar. Envolver-se com alguém com extremo poder poderia ser difícil e ela não conseguiu evitar, sem saber o que poderia estar ainda por saber e que seria ainda mais avassalador.

O que eu não sabia é que o filme iria conseguir captar tudo isto, mas na realidade captou. A junção de ambos acaba por transmitir o que vem nos livros, mas volto a dizer, tudo com conta peso e medida, é verdade. Mas se pensarem bem, não é o que acontece com tantos outros filmes baseado em livros? Lá está, são baseados. Sobretudo porque afinal de contas o filme dirige-se a pessoas a partir dos 16 anos, concordando com isso ou não, não podiam esperar cenas mais fortes durante o filme, deixem lá os miúdos de hoje em dia não tecerem mais ideias do que as que já tem, está bem? Já são suficientes! Caso contrário, teriam realmente de pôr o filme para maiores de 18, o que na realidade poderia tornar-se exagerado no que toca às cenas envolvidas, e lembrem-se que são actores, e não actores porno. Por isso, julgo que ficou presente a ideia do sadomasoquismo e dos gostos bastantes singulares de Cristian Grey. 

Todos podemos ter opiniões diferentes, a minha foi quase toda positiva, exceptuando o final, que queria que fosse diferente, mas para quem leu os três livros, acho que é normal... de resto, nada a apontar. Fica por ver o resto, que certamente irei ver, não irei deixar a meio. Lembrem-se é uma história de amor diferente, com alguns detalhes fortes e peculiares. Mas a minha opinião é o que os meus olhos vêm e o que sinto, e cada um tem uma visão diferente. A minha visão passa por uma história de amor, de puder, de ingenuidade, de um querer extremo entre duas pessoas, de corpo a corpo. É preciso ir ou ser mente aberta... 


E a palavra de ordem julgo que deva ser intensidade.

Ao som de: Ellie Goulding - Love me like you do

17 comments:

  1. Aqui está! Estou de acordo, sem tirar nem por. Li os livros tal como tu e sei exatamente qual foi a sensação que tiveste daquele último minuto. O filme parecia correr ás mil maravilhas e no momento mais crucial de todos, desiludiu.
    Entendo melhor agora que tenho a certeza que vão haver mais 2 filmes, o motivo pelo qual o final foi como foi, mas não consigo aceitar ahah.
    Já quando li o 1º livro, fiquei indignada, nem me dei tempo a mim mesma de "descansar" e tive logo de comprar o 2º!

    Enfim, adorei o artigo :D Beijoooos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu fiquei sentada à espera de mais e o ecrã a preto...e eu hmmm, está bem! Por mim via os 3 filmes condensados, mas era totalmente impossível tenho consciência! Eu acho sinceramente que vou reler os livros... deu-me essa vontade após ver o filme. Mas ainda bem que alguém concorda comigo!! :D Beijo enorme

      Delete
  2. Eu tenho a sensação que esta visão vai variar (e muito) de cabeçinhas para cabeçinhas e a mensagem vai ser interpretada pelo que eles querem realmente entender. E também pelo que vejo nas noticias serviu para algumas alminhas aplicarem algumas dicas que aparecem.
    Se é mesmo assim ou não, não sei. Mas estás aqui tu para me dizer.

    E de resto correu tudo bem? haha
    Segui o written :)
    Beijinho do,
    Oito

    ReplyDelete
    Replies
    1. A visão vai variar de cada mente. Quem foi para lá, como eu vi e infelizmente ouvi, tipo galinha que não parava de cacarejar, certamente vai dizer que não viu nada do que queria. Mas a essas pessoas eu recomendo uma sex shop e o aluguer de algum filme! A sério! E o que me irritou ouvir as galinhas a rirem-se por o dito Cristian dizer "ai" ou "ui", parecia que nunca tinham visto homem na vida.

      Eu recordei imensas passagens do livro, e sorri digamos que com algumas, mas ninguém me ouviu piar por amor de Deus!

      Sim, as vendas aumentaram de bolas, chicotes, etc. Acredito que as pessoas tenham tirado ideias, mas a ideia do filme não era a aplicação na vida real...só que pronto! As pessoas são livres, e não acho mal que façam. Mas também não pensem que só por inovar passam a ser sadomasoquistas! Eu confesso que tenho uma opinião mesmo pessoal...mas também não será por aqui que a vou dar directamente!

      Acho que podem melhorar a vida sexual pelo estimulo que possam sentir, mas é em casa!!! Não é com gritos e risos em pleno cinema!

      De resto correu tudo óptimo! :P
      Beijinhos! Eu acho que já te sigo mas vou confirmar!

      Delete
  3. Obviamente que poderá ajudar a inovar MAS, tudo tem uma razão de ser e de se fazer ou como se fazer.

    A tua descrição fez-me pensar que estavas numa aula de educação sexual no secundário. Lol.
    Quando vir o filme depois aí sim, terei uma opinião mais fundamentada. :)
    Beijinho*

    ReplyDelete
    Replies
    1. LOL fizeste-me rir.
      Eu tentei ser contida na forma como dizia as coisas, revi o texto algumas vezes e mudei coisas propositadamente. Basicamente foi isso que aconteceu, se usava as palavras que me apetecia devia parecer uma maluca qualquer, e não era essa a intenção!

      Beijinhos

      Delete
  4. As coisas são como são. Isto é a mesma coisa que uma TAG que anda aí sobre o primeiro encontro.... (bem vou-me calar e vou pregar para o word! lol )

    Beijinho e bom sábado!

    ReplyDelete
  5. Eu ainda não vi o filme, mas já escrevi um post sobre ele. eheheh Concordo em absoluto contigo. Se encararem os livros como uma história de amor, meio ao estilo Cinderela, então não devem ficar muito desiludidos com o filme. Pior será para quem espera ver um filme erótico... :P

    Vou continuar a explorar o teu blog. Gostei muito!

    ReplyDelete
  6. Oi Joana, ainda nçao vi o filme, só ouço falar. Devo ver só pra ter opinião mesmo, pois não é meu estilo!

    http://glifeblog.com/

    ReplyDelete
    Replies
    1. É sempre melhor tecer uma opinião depois de ver, é um filme de amor, acredita! :)

      Beijinhos, vai passando pelo blog!

      Delete
  7. Parabéns joana alguém que tem mesmo pensamento que eu em relação ao filme e não a constante crítica ao têm cenas escandalosas de mais ou tem cenas escandalosas de menos so isso se tem ouvido nestes 2 dias que saiu o filme adotei teu ponto de vista bejinho
    Http:// mundoencantadodasarinha.blogspot.com

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Sara e parabéns também a ti, por entenderes o meu ponto de vista e partilhares da mesma opinião. Acho que a critica tem sido exagerada, acabando por baixar o nível até da cotação ao filme. Para mim não tem qualquer cabimento, mas pronto!

      Segue o blog, eu retribuo ;) beijinhos

      Delete
  8. É isso mesmo! Concordo plenamente :)

    Nomeei-te para uma TAG: http://blogdumaprincesa.blogspot.pt/2015/02/tag-i-love-my-blogger.html

    Beijinho*

    ReplyDelete
    Replies
    1. Mais alguém que concorde. Aleluia!

      Obrigada pela nomeação! Assim que responder deixo-te o link com as respostas minha linda. Beijocas

      Delete
  9. Segui :)

    Ainda não vi mas tenho imensa curiosidade!

    http://omundosecretodapatricia.blogspot.pt/

    ReplyDelete