January 21, 2015

Os blogues e o ser-se sombra ou devo dizer clone?

Eu já refilei há poucos dias, mas parece que ainda não me sinto satisfeita, e aqui para nós, que ninguém nos ouve, eu até gosto um bocadinho grande de refilar. Se bem que se pensar assim mais a fundo não o tenho feito com muita regularidade, pelo menos no blogue, claro! Já viram a chatice que me arranjaram? Tenho blogues para renovar e o meu próprio, quero andar com isto para a frente e nunca mais é sábado! Há-de ser hoje, há-de ser hoje. Mas vamos lá regressar ao meu momento de abrir a boca e dizer o que bem me apetece mais uma vez.

Para começar agradeço às bloggers que leram o que escrevi sobre o ser-se original neste meio e sobretudo porque perderam tempo a ler as minhas tontices. Infelizmente, parece-me que tenho de pegar novamente no assunto, mas vamos ter fé, pode ser que dê para abrir os olhos de uma vez por todas. 

Cada vez entendo menos o que é que A ou B ganha em seguir as pisadas de outrem, e esta frase serve para a nossa vida real, serve para o fora do ecrã. Não sou capaz de entender o que leva as pessoas a serem macacos de imitação. Faz-me comichões, se calhar tenho pulgas e não reparei! Prezo a criatividade, prezo a capacidade de marcar a diferença. Todas as pessoas que hoje são alguma coisa na vida não se prenderam a nenhuma imagem já existente. Esta é que é a verdade. Mas parece-me que aqui pelo meio ninguém entende isso. É incompreensível de facto. Mas isto por aqui funciona mais ou menos assim: Olha que giro, esta gaja faz isto, deixa-me lá tentar ver se fica porreiro no meu - e zaaaassssss. Primeiro momento. Mais tarde: Olha que porreiro, conseguiu este ou aquele contacto, deixa lá ver se me safo também! - e zaaaaassssss. Segundo momento. Ainda mais tarde: Parece que está a ter sorte, eu também quero! Terceiro momento. Isto dá cabo do caco a qualquer um(a), pelo menos a mim dá-me cabo do juízo, apenas pelo facto de não achar compreensível e ser totalmente prejudicial a ambas as pessoas. Será de mim? Estarei a ver mal? Alguém ganha alguma coisa com isto? E acreditem, nem é preciso conhecerem-me excessivamente bem, as bloggers que contactam comigo, que já são algumas, sabem que estou sempre disponível para dar uma mãozinha e ensinar qualquer coisa ou fornecer o que lhes faz falta. Chego-me e chegar-me-ei sempre à frente. Mas ser prestável é uma coisa. É diferente. Dar o que se sabe é óptimo. Sentir que as coisas aparecem só depois de me acontecerem a mim, dá-me pulgas! Lá está. A culpa é das pulgas. 

Eu confesso que não quero ser repetitiva, mas para deixar de o ser, abram a pestana! É o meu conselho e é de borla! Sejam criativos e diferentes. Marquem a diferença em tudo o que fazem, em tudo o que querem pôr aqui para todos. Se o fizerem terão inúmeras recompensas. Posso garantir isso, porque a verdade é que já consegui algumas coisas. Mais não seja, o respeito e carinho de algumas meninas. Isso enche-me o coração de coisas boas. Só é pena que por vezes quase sinta vontade de baixar os braços ou sinta vontade de deixar de ter ideias novas, ideias diferentes. Para que é que vale tê-las? Só se for para criar fotocópias atrás de fotocópias. 

Estou irritadiça. Confere. Façam-me lá acreditar que vale a pena inventar coisas novas. Estou a precisar!

13 comments:

  1. De facto, ninguém te pode apontar o dedo por não quereres ajudar. A verdade é que estás SEMPRE disponível, arranjas sempre forma de ajudares todos os que chegam até ti.
    Sabes, este Mundo dos blogues é como a vida real. Da mesma forma que existem excelentes pessoas, existem também aquelas que não interessam a ninguém. Que se limitam a ser uma cópia barata deste ou daquele. Também não gosto! Vai na volta também tenho pulgas e não me apercebi.. Se temos trabalho a fazer as coisas, se nos entregamos de alma e coração, não gostamos de ver o nosso trabalho copiado. É compreensível e todas as pessoas com o mínimo de bom senso percebem isso. Infelizmente, por aqui nem sempre tudo é um mar de rosas.. Por vezes tenho a sensação de que as pessoas não têm noção do quão ridículas acabam por ser!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Minha querida Inês, aliás trato as minhas bloggers, sim acabam por ser um pouco minhas, por minhas queridas, sinto-me bem assim, eu tento e tentarei sempre estar disponível, embora saiba que nem sempre acontece porque o meu tempo é mais do que reduzido. Praticamente não tenho tempos mortos, entre a vida do dia-a-dia, preparar posts e encontrar coisas novas para aqui divulgar, é uma correria. Mas tento dar sempre o meu melhor e tento ser diferente, não porque me apetece mas porque é essencial e porque eu sou mesmo assim. Nunca gostei de ser igual aos demais, e já me prejudiquei muito por isso, mas é assim que sou. Fico feliz que me compreendas, e apesar de mal te conhecer, porque é a verdade, sinto que és uma pessoa muito mas mesmo muito querida, e o teu apoio é sem dúvida muito bom de receber!

      Obrigado, minha querida Inês.

      Delete
  2. Concordo tanto contigo Joana! E tal como a Inês Santos referiu no comentário dela "... é como a vida real.", e é mesmo. Não deixes que essa vontade de baixar os braços leve a sua a avante, os teus seguidores e as visualizações que tens só demonstra que TU és diferente, que nós (seguidores) gostamos do teu trabalho e que o teu blog se destaca. :)
    No entanto, como se sabe, quando as ideias são boas são sempre alvo de cópia, infelizmente, mas isso está na consciência de cada um: ser original ou ser mais uma cópia, como tu própria referes na tua publicação.Ser original é dificil e o caminho mais fácil é copiar.

    beijinho,
    Adriana S'

    ReplyDelete
    Replies
    1. É quase como a vida real sim, as pessoas pequeninas denotam-se na mesma. É triste, mas é mesmo assim. É feio, e eu até vou engolindo. Só que eu tenho muito mau feitio, e olha, nestas situações a tampa tende a saltar-me!

      Obrigada, minha querida Adriana pelas palavras e por gostares de vir a este meu cantinho! Beijocas e boa noite :)

      Delete
  3. Isso é simples.. A galinha da vizinha é melhor que a minha. As pessoas esquecem-se que tudo o que se quer na vida requer trabalho e não será de hoje para amanhã que irão ver seja o que for. Sendo sincera e falando de ti e de mim. :p. Eu faço umas cenas em design e multimédia e dou dicas e acaba aí. São trabalhos que para alguns poderá ser a mesma coisa, mas eu sei bem que não é. Este mundo é muito grande e cabemos cá todos e mais devíamos de aprender uns com os outros, porque aquilo que tu sabes eu poderei não saber, e aquilo que eu sei tu poderás não saber... E é nesta troca que vamos crescendo. E é assim que eu vejo.
    Causa-me essas comichões sim, mas não sei se possa chamar aquele tipo de blogs clones.. Talvez ate sejam, temáticas, maneiras de escrever exactamente iguais.. E posts iguais. Tantos que já vi e vou continuar a ver. Porquê? Trabalho poupado! Obá!
    Mas isso é como tudo na vida, temos é que tirar as coisas boas e se existem tantas outras que adoram o que fazemos... Então, é ir para essas. Os clones morrem, os originais cá ficam.

    Beijinho e como disse, fui sincera.
    Oito Tentáculos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Concordo contigo, e é bom aprender com quem sabe coisas diferentes! E é bom perguntar quando não se sabe, aliás é uma mais valia nos dias de hoje. Mas muitas pessoas não perguntam, aí é que está! Mas este post nem passa pela multimédia ou design, passa apenas e só por coisas básicas! Nada de tão complexo! Tens toda a razão, e és mais positiva que eu certamente ahah, ou paciente!

      Beijocas

      Delete
    2. Acho que é mais o ser paciente haha.
      Foi como te disse, já vi de tudo... E já me aconteceu de tudo. É um grande problema é que as pessoas não têm a capacidade para fazerem por e para elas. Será que não acreditam que também conseguem fazer? (acho que me deste uma ideia para um post lol).

      Beijinho do,
      Oito

      Delete
    3. Julgo que é mais prático é pensarem algo como - ai que giro ou isto parece-me bem, vou usar porque já vi que resulta - e nem chegam à parte do "vamos lá pensar em algo novo e diferente!"

      Vês isso é positivo! Se dei ideia, escreve rapariga :P

      Delete
  4. Eu só conheci o seu blog a pouco tempo, mas posso falar que você é sempre muito prestativa com as pessoas. O blog parece ser um mundo perfeito mas não é, sendo sincera nesse três anos de blogueira já conheci muitas pessoas e blogs, e alguns pareciam umas cópias de blogs famosos da capricho, não tava tem graça em ler os posts.
    Como eu falei na sua postagem sobre originalidade, o que uma pessoa faz pode ser ótimo para ela e para o blog dela, mas pode não ser ótimo para você e para seu blog. Então envés das pessoas serem macacos de imitações, elas deviam criar o seu próprio estilo, sem copiar ou se passear em ninguém, simplesmente serem original.
    Com carinho, Hina || Aishiteru em Contos ||

    ReplyDelete
    Replies
    1. Concordo! Aliás já no outro post, concordei inteiramente contigo. Eu vou continuando a refilar, só para chatear! Pode ser que as pessoas entendam e se tornem mais criativas! Só lhes fazia bem, e a mim poupavam-me os cabelos brancos eheh.

      Beijinhos e obrigada Hina!

      Delete
  5. Então Joana que passa? Foi algo mesmo ruim, para te deixar neste estado :( espero que não faça parte das cópias que te referes, sabes que quero ser diferente e tento ser apenas eu :P E sim, ninguém pode criticar-te por não quereres ajudar, a mim ajudas te imenso. Para começar o novo look do blog tem a tua assinatura e fez um furor :) depois consegui algumas parcerias porque me ajudas te. Agradeço te imenso.

    Apoio-te na critica, eu vejo o meu blog como um espelho do que sou e do que gosto, partilhando isso com os outros, quem não gosta olha não segue. Quem gosta, melhor ainda e agradeço a paciencia por seguir as minhas tontices. Uma pitade de séries, outra de filmes, muita comida e nerdices à mistura.

    Força e calma, cópias há sempre.
    Andreia C.
    http://nerdychillout.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Jamais diria isto para qualquer uma das "minhas" bloggers. E tu fazes parte dessas. Fazes partes das boas surpresas que por aqui conheci. Tu, e todas as meninas com quem já trabalhei são do mais querido que pode existir e nenhuma me deu chatices, essa é que essa. São todas diferentes. E já sabes que a minha opinião acerca do teu blog é que ele é bastante diferente, e isso cativa imenso. Sempre te disse! :)

      Foi mais ou menos ruim, apenas sou eu que não gosto de ver coisas destas, é o meu mau feitio Andreia! :P

      Beijinhos grandes!

      Delete
  6. Cópias há sempre, mas nada supera o real! Força que mais um pouco de paciência e vais conseguir ver que o original supera sempre a cópia :P
    Qualquer coisa, já sabes que tens com quem contar.
    Somos uns chatos, mas estamos cá por ti ahah
    Um beijinho.

    ReplyDelete