November 24, 2014

Música é para os loucos

A minha música. A minha vida. 

Estou sempre a falar de coisas que têm muita importância no meu dia a dia, do que gosto e do que não gosto, mas nunca me irei cansar de falar sobre a música; pelo menos da minha música, aquela que me faz falta e por vezes ainda me destrói mais. A música é uma força diferente; é capaz de fazer com que o mundo gire de 1200 formas diferentes, é capaz de o abalar e eu gosto de sentir essas formas todas, conforme me encontro de espírito e de alma. Talvez seja culpa minha, talvez seja culpa dela, mas existem palavras e frases que ficam dentro da minha cabeça e é como se ecoassem. Como se as guardava para mais tarde, noutras alturas seja possível ouvi-las - só eu, só para o meu silêncio. Talvez sejam palavras loucas estas, e ganhem outra força e outra forma. 

Palavras loucas que me acompanham. E que nunca me fazem sentir sozinha. Pensando bem, as duas companhias perfeitas passam sempre pelas palavras. A música, e a leitura. Serei amante da música ou das letras? 

As palavras, essas que andam por aí de um lado para o outro, as loucas, ganham vida quando a música lhes chega, quando são misturadas com outros tons graves e agudos, com as batidas calmas e com batidas aceleradas. Mas para ser amante de música é preciso ser amante de vida. É preciso querer viver, querer sentir. Querer deixar-se guiar ao fechar os olhos pelo poder que ela exerce sobre nós. É preciso ser-se corajoso. É preciso amar. 

Afinal, ser amante de música é ser amante de vida, e ser amante de vida é ser amante do amor. É preciso ter-se alma. É preciso ser-se louco. 

Música é para os loucos. E eu sou uma louca. 

2 comments:

  1. Descobri o teu cantinho e gostei muito :) já estou a seguir!

    Muitos beijinhos e muito sucesso.

    Ana
    www.staytrue.pt

    ReplyDelete
  2. Adorei o teu blog Ana! Tornei-me seguidora também!
    Beijinhos,
    Joana

    ReplyDelete