November 05, 2014

Faz frio lá fora mais uma vez...

Faz frio lá fora. Sinto-o e queria que ele pudesse ir para longe - pelo menos que fosse para longe de mim. Não o quero por perto. Mas não temos tudo o que queremos, e por isso aceito-o. Tenho de aceitá-lo. Temos todos de aceitar as coisas boas e as coisas más. Mas peço que ele se despache, que ele se apresse a ir para outro lugar. Peço que venha uma lufada de ar quente, ou de um ar ameno. Mas olha, se não vier, eu aceito. Assim com temos de aceitar o frio ou o vento, temos de aceitar os dias menos felizes, ou os dias que se fazem sentir mais gelados nas nossas mãos, na nossa cabeça e sobretudo no nosso coração. Há dias assim, já dizia a música. E eu da música até gosto. Só não gosto do frio lá fora. Parece que entra sem pedir licença e toma conta de mim. Assim sem mais nem menos. Não me deixa pestanhejar e já está aqui. 

Faz frio lá fora. E eu vou mandá-lo para fora de mim. Vou deixá-lo lá fora e trancar a porta. Fechá-la a sete chaves. Mas não posso deitá-las fora. Preciso delas... Um dia destes.


No comments:

Post a Comment