November 30, 2014

A minha história de amor #12

Dizem que não se escolhe a quem damos o nosso coração, e quem o diz até tem uma certa razão porque se escolhêssemos ninguém sofria. O meu coração decidiu sozinho escolher-te a ti, com todos os teus defeitos e qualidades; com os teus sorrisos e com as tuas caretas também. Sei que todos os meses posso parecer um disco riscado, mas não acredito de forma alguma que seja demais dizer que é contigo por perto que me sinto bem. Quando me dás a mão, um beijo, ou um gesto de carinho ou quando me chamas coisas meigas e eu sou logo muito querida e pergunto o que é que me vais tu pedir... acabo sempre por ganhar o dia. 

O teu amor é bom. Gosto de viver com ele por perto, e contigo também. 
Vamos multiplicar o número 17 por milhões? Mas só o 17 (ahhh pois!)

O meu coração pediu-me agora baixinho para te dar este recado:
- Amo-te. 

3 comments:

  1. Sempre desconfiada e a duvidar das minhas boas intenções quando dou miminhos, mas são miminhos sinceros, miminhos que tu pereces e que pecam por defeito, pois mereces muitos muitos muitos... Porque te amo, porque te quero comigo para sempre, porque me és tudo! Multipliquemos muitas e muitas vezes. AMO-TE <3

    ReplyDelete
  2. Que amoooor *.*

    Sofia Tudela - http://wordsofsophie.blogspot.pt

    ReplyDelete
  3. Oinnn , que fofo isso *.*
    xoxo

    www.maissofia.blogspot.pt

    ReplyDelete