July 10, 2014

Sobre notícias #5

É verdade que não tinha conhecimento de nada disto até hoje de manhã. Nem da situação do Diogo, nem dos desenrolares. Se calhar ouvi falar e não tinha dado conta... Mas estas merdas irritam-me. Não é suposto um adolescente ter de lutar nem desta nem de outra forma para sobreviver.

Aos 13 anos tenho a certeza que o que o Diogo mais queria era viver e não sobreviver. Estava nessa idade. Nós chamamos-lhe idade do armário, dizemos que é uma fase difícil na vida de todos os adolescentes. Só fazemos asneiras e reclamamos com tudo. Ele foi obrigado a saber o que era realmente difícil. Foi forçado a lutar para conseguir manter-se de pé. Não é suposto um jovem não conseguir andar, correr... Está tudo errado! Era suposto ele puder brincar e fazer as asneiras normais que os outros todos fazem. Mas ao invés disso, foi forçado a ficar enfiado num hospital horas a fio, semanas... com tratamentos e mais tratamentos. 

Quero acreditar que muitos ganham. Que muitos se chegam à frente e encaram-na de frente. Quero acreditar que com o passar dos anos se tornará mais fácil de lidar com ela. Sim, porque não há pai nem mãe que saiba lidar com tamanha perda. Resta-lhes as memórias. Resta-lhes saber que o Diogo tentou até ao fim.

Chamando as coisas pelos nomes, cancro é cancro. E infelizmente leva novos, velhos, não escolhe idade... Se calhar todas as asneiras que fazemos deixam de fazer sentido quando há pessoas de 16 a perder a vida por causa disso. Por causa de nada.

De certeza que os pais aproveitaram o tempo possível. Sim, possível, porque suficiente nunca será. 
Nenhum pai ou mãe algum dia estará preparado para perder o que é seu, o que de si mesmo veio. E contra isto nada haverá a fazer. 

Muita força...e que apesar de tudo, nunca deixem de acreditar.

Podem ler a notícia: aqui.

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.