June 23, 2014

Mundo dos hipócritas

Há dias que não sei em que mundo vivo, se somos todos feitos da mesma massa, se viemos todos do mesmo princípio. As atitudes que consigo observar à minha volta são cada vez mais de quem vive sozinho no mundo, ou de quem vive para si mesmo, de quem pensa no seu umbigo, e sinceramente isso a mim cansa-me. Mas se calhar sou eu que sou estúpida e nasci cansada. Ou talvez não seja esse o problema.

Todos sabemos que ninguém é perfeito, que os erros cometem-se diariamente, que os seres humanos foram feitos para falhar e para se aperfeiçoar, pelo menos foi assim que me ensinaram. Mas na prática será que é isso que acontece? Sei que estamos em dias difíceis, que é cada um por si a tentar atingir os seus objectivos, a ver que tem de lutar horas a fio para conseguir o que quer, a "perder" tempo com coisas que não lhe darão tanto prazer como se fossem passear, jogar à bola, ver um filme em casa ou no cinema, etc... Sei disso perfeitamente. Mas será que poderíamos, nós, seres humanos que supostamente temos sentimentos, parar para pensar?

Gostaria muito de puder dizer que as pessoas param, que pensam realmente naquilo que é imprescindível nos seus dias, mas era mentir com toda a certeza. As pessoas já não pensam. Somos cada vez mais feitos para sermos individualistas, para querermos apenas aquilo que nos apetecer, para chutar para canto tudo aquilo que não nos apetece, para falar mal quando nos chega a vontade, e nos dias seguintes darmos o maior sorriso a quem ficou de orelhas a arder por termos decidido falar mal (coisa pouca, claro) dessa mesma pessoa.

E eu estou farta disso. Mas farta com letras maiúsculas. FARTA. Ser presa por ter cão, presa por não ter cão, presa por ter meio cão ou cão e meio. É neste mundo estúpido que tenho de viver e de tentar saber andar com os pés minimamente assentes no chão, e a vontade às vezes é nula - até mesmo abaixo de zero. Herdei a frontalidade e a sinceridade, mas isso pouco me traz, ou o que me traz são chatices. Do que me vale saber ver o que tenho à frente dos olhos? Ou dizê-lo? Não me traz rigorosamente nada. Do que me vale escutar tudo de bom e de mau do que tantos me dizem? Nada, outra vez. Faz-me ficar no meio, e eu nunca gostei das coisas por metade, de ficar entre o sim e o não, de concordar mas de entender que a minha opinião não tem de ficar contra nada, contra ninguém. Estou cansada deste mundo. Cansada de ver pessoas aproveitarem-se disso, cansada de julgamentos, cansada de pouca sinceridade, cansada de tanto individualismo. O mundo não era para ser feito desta forma, nem as pessoas para serem tão hipócritas, tão falsas.... tão cansativas.

Há dias assim, dias de revolta sem razão nenhuma de ser, dias para escrever, dias para desabafar.
Queria dias melhores....

E se possível, um pouco de sol....

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.