June 30, 2014

Encontrei-te, meu amor

Encontrei-te. Encontraste-me. Levaram-me até ti e tu quiseste ser meu. Não tardaste em querer conhecer-me um pouco melhor. E eu a ti. Conversas atrás de conversas, que levaram a horas e a mais horas de assuntos intermináveis. E que nos levaram até este nosso ano. Nunca pensei que chegássemos até aqui, porque nada é certo, mas é certo que sei o que sinto por ti e é um amor imenso. Tão grande, impossível de explicar. As primeiras saídas, os primeiros momentos sem saber o que dizer, sem saber como agir... Como já te disse, queria-te e não sabia, ou talvez não quisesse querer-te. Mas hoje estamos juntos e no que depender de mim irei querer repetir este ano vezes sem conta. Vou querer dar-te a mão, abrir-te a porta e deixar-te ficar. Até tu quereres, até tu desejares. 

Se tivesse de pedir-te uma coisa, pedia-te só que quisesses ficar tanto quanto eu. Porque é assim que faz sentido.

Porque o Amor não se explica. E eu tenho a mania de tentar explicar as coisas todas, não é? A mania de ser chata e querer tudo o mais bem explicado possível. E tu tens outras tantas manias que dão cabo de mim. E é suposto ser assim... É suposto aprender a amarmos com as qualidades e defeitos aqueles que queremos connosco para a nossa vida. 

Todos os beijos, os abraços, os momentos bons e os maus, a dar a mão (ainda bem que te ensinei a gostar disso, é tão bom andar de mão dada contigo) façam parte de toda a vida que quero para nós. Não por querer os maus, mas porque tudo tem altos e baixos e seria sinal de que estaríamos juntos. Quero amar-te sempre minha Sorte Grande. Quero que os nossos sonhos se realizem. Quero partilhar contigo tudo o que for possível. Quero que os "teus" sejam os "meus". Entendes não entendes? O resto fica para logo... 


Amo-te, até ao fim.
Obrigado por teres chegado ao meu coração, 
Ele é teu. 

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.