June 26, 2010

Para onde me queres levar?

Confessa-me agora, diz-me, peço-te por tudo. Qual é o rumo que estás a pensar dar-me? Não achas que já está na altura de me contares? Não é um dia, nem são dois. Queres ver-me perdida? É disso que gostas? Diz-me, para onde me queres levar? Já me deixas-te por aí, perdida em tantos caminhos errados, falta-me o caminho certo. Falta-me encontrar o final feliz, caso ele exista. Se calhar não existe, e eu continuo à espera dele. Para onde me queres levar? Pergunto-te repetidamente, todos os dias, a cada minuto. Mas tu, não me respondes. Deixas-me continuar com a incógnita dentro da minha cabeça. Estou cansada, cansada de todas as dúvidas, de todos os obstáculos que aparecem à minha frente. O caminho está cheio de armadilhas, e tu, maldita, não me ajudas a sair disto. Peço-te, diz-me. Ou vais deixar-me sem rumo? Sabes colocar dúvidas, pessoas novas, lugares novos, sensações novas, mas não sabes dar-me um rumo. Vou esperar, como sempre faço, como sempre escrevo. Vou esperar, mas não vou cruzar os braços. Afinal de contas, para onde me queres levar, Vida?

No comments:

Post a Comment