January 07, 2010

Abraçar

Abraçar a vida,  agarrá-la com as duas mãos. Agarra-a como se fosse o teu maior bem, o teu bem mais precioso. Aperta-a bem. Não a deixes escapar por entre os teus dedos. De vez em quando a vida prega-te partidas, é verdade. Faz-te meter os pés pelas mãos e às vezes obriga-te a ficar sem pessoas ou coisas das quais tu nunca te querias livrar. Magoa-te, massacra-te. Vais ter vontade de por um ponto final nessa tristeza toda que ela te faz sentir. Mas não o faças. Ela é mesmo assim, arranca-te o que tens de melhor muitas das vezes. Mas não desesperes. Mais tarde, a vida encarrega-se de te devolver o que te tirou. Parece que o dia de «devoluções» demora sempre muito tempo a chegar, mas quando chega, vale a pena. Por isso, agarra-a. Prende-a. Não te esqueças dela, e não deixes que ela se esqueça de ti. Se te esqueceres dela, podes levar contigo uma certeza: ela vai ignorar-te. Vai-te voltar as costas. Não te dará nada. Não faças isso. Dá-lhe as mãos. Aproveita-a e sobretudo, vive-a. 

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.