December 16, 2009

Pedaços

Nem sempre se juntam, e nem sempre têm que se juntar. Nem sempre voltam a juntar-se. Talvez, por vezes os pedaços sejam mesmo para ficar assim e nós às vezes cometemos o triste erro de querer juntar o que é para estar separado. Já não caiu nessas, para mim já chegou. Se as coisas se separam é porque deve ser mesmo assim, e caso não seja, que elas regressem quando tiverem que regressar. Elas podem sempre surgir do nada, mas eu esperar ou querer juntar pedaços que há muito se quiseram separar: não. Não é para mim, e ainda bem que assim é. Nem tudo trás um "V", o tal "V" de volta que todos conhecemos. Às vezes é melhor assim, não teríamos espaço para tudo. Assim aquilo que ficar, aquilo que vá para além de "V's" é verdadeiro, e possivelmente ficará connosco muito e muito tempo, tanto que nem o podemos definir. E também não é para sempre, porque tudo, infelizmente, tem um fim. Deixem os pedaços ali, espalhados no chão. É o lugar deles, espalhados, separados, por aí...Se um dia tiverem que se juntar eu vou lá, apanho-os e colo-os um por um. Mas, ver-se-à para sempre que um dia esteve partido, em mil pedaços. 

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.