December 17, 2009

Gostos não se discutem

Gosto de coisas que aparentemente diriam que eu não gostaria. Gosto de sorrir, embora às vezes não o faça nem o demonstre; não gosto que me devolvam sorrisos falsos, acho ridículo; gosto de abraços, dos que são sinceros e muito fortes; não gosto que enquanto falam comigo me vão dando "toques"; gosto de beijinhos; não gosto nada que me irritem só por desporto, fico maluca; gosto que às vezes me piquem mas pouco, é sinal que não sou indiferente; não gosto que me tentem enganar, que julguem que o conseguem fazer, mesmo quando eu deixo que as pessoas fiquem a pensar  que conseguiram, no fundo não o fazem; gosto de ficar a ver filmes no fim-de-semana enrolada em mantas; também gosto de sair à sexta-feira e esquecer-me de tudo o resto; gosto de estar com o meu sobrinho e dar-lhe a maior atenção do mundo; não gosto que tentem passar-me por cima quando apenas se querem armar em espertas (os); irrita-me o facto de as pessoas julgarem que conseguem obter mais das outras pessoas fazem-do-se de "muito presentes", mostrando tipicamente o "estou aqui, aqui, eu, sou eu, escolhe-me a mim"; aparentemente não gosto de nada, sou difícil; gosto de música, a minha vida, ou parte dela é música e o que ela envolve;  gosto de escrever, senti-me livre, posso dizer o que me apetecer que depois se lerem e criticarem o problema deixa de ser meu, porque o que lá escrevi já ninguém pode apagar, nem tirar - é meu; gosto de ser refilona, embora a maior parte das vezes dê uma péssima imagem de mim; gosto de ajudar as pessoas sempre que posso, mesmo quando não me dou muito com as pessoas, mas se no dia a seguir essa mesma pessoa for estúpida, respondo-lhe da pior forma - curta e directa; quando me prejudicam, não torno a cair no mesmo erro. Podia ficar aqui horas, dias, que a descrição iria continuar...Talvez noutro texto, no próximo texto me apeteça continuar. Eu sou assim, difícil. 

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.