November 09, 2009

Obrigado ao passado


Obrigado. Obrigado por tudo e por todo o nada que utilizas-te para me preencher. Sim, agora ao fim de relativamente pouco tempo depois de ter utilizado a palavra fim, posso-te agradecer e desta vez já sei porque é que te vou agradecer. Não é por o tempo que me dedicas-te, nem tão pouco pela tua maneira de mostrar o que sentias. Não vou falar disso porque isso nem vale de nada. São momentos, expressões, palavras que hoje não valem a pena ser relatadas. Mas agradeço-te sim pelo que hoje me conseguis-te ensinar. É uma das maiores lições da minha vida. Não te devo nada, mas agradeço-te por teres dado um empurrão. Nos dias que correm, sei que não devo cruzar os braços, não devo querer demais, nem devo querer de menos. Preciso de agarrar a vida, os momentos que ela me dá. Preciso de viver. Viver a minha vida, com os outros e com tudo o que me rodeia. Preciso de rir até perder a conta dos minutos, de falar ou de me calar até me apetecer. Preciso de fechar os olhos e sentir que ao estar com alguém sou livre q.b, preciso de organizar-me. Levei muito tempo a julgar que estava organizada, e no fundo não estava. Mas secalhar para aprender tinha que ser assim. Mesmo assim, obrigado por essa lição. A vida é alma, é ritmo, é sentidos e sentimentos. A vida é um pouco do tudo e um pouco do nada. É retirar um bocadinho de cada lado, sem tentar passar ao lado de certas coisas. A vida é assim, e não vale a pena deixá-la para trás.
Ps: se queres um concelho, agarra-a. Vive a vida como se ela fosse a melhor de todas. Embora isso seja mentira, podes arranjar momentos bons, pessoas sinceras, amigos para a vida, e ainda tens uma familia que à sua maneira é tão tua. Não vale de nada guardares para ti esse mar de sorrisos que podes dar. O problema é que tens que saber vive-la. Não a deixes passar ao lado, mas não a uses mal. Aprende a viver. Vive, sente, reage. A vida, é hoje. 

Post a Comment

Latest Instagrams

© Joana. Design by Fearne.